Como empresário você já parou para pensar que sua atividade não foi objeto de uma formação profissional ou técnica que lhe permitisse ter noções básicas sobre a gestão do negócio nas diversas áreas de sua empresa? Em muitas situações o empresário aprende a gerir o seu negócio através de erros e acertos. Neste sentido, é importante que o empresário tenha profissionais capacitados para auxiliá-lo em sua “caminhada”. Em questões legais é necessário ter ao seu lado um profissional jurídico tanto  para consultorias, como para a assessoria jurídica.

Neste contexto, falarei sobre a Gestão Jurídica da Relação de Consumo, onde é necessário ao empresário conhecer as demandas dos consumidores e o tratamento preventivo e corretivo de eventuais problemas.

Como objetivo desta Gestão, o empresário deve preservar a imagem e a reputação da empresa; fidelizar clientes e reduzir custos.

PREVENTIVO

No âmbito preventivo, deve, através de consultoria jurídica, ter especial atenção quanto a análise e elaboração de contratos; peças publicitárias; políticas e procedimentos; e processos internos.

O suporte jurídico deve ser utilizado também na criação de canais de comunicação com os clientes através de redes sociais, lojas, SAC, Ouvidoria, etc. Observando, ainda, a necessidade de responder aos clientes, órgãos de defesa do consumidor, imprensa, etc. E, para isso, deve investir em treinamento de seus empregados.

É importante, ainda, ter atenção ao relacionamento com o Poder Público e outras entidades, tais como Poder Judiciário, Ministério Público, associações de Defesa do Consumidor, etc.

CORRETIVO

O empresário deve contratar um advogado para a consultoria e assessoria jurídica implantando políticas de gestão do contencioso (gestão das ações judiciais), além de uma política de acordos.

Ainda no âmbito corretivo, é necessário corrigir e revisar eventuais condutas anti-consumidores, ou seja, ações ou omissões em setores da empresa que possam desagradar ou causar danos aos consumidores.

Assim, é necessário buscar a solução das causas dos problemas em suas raízes, ou seja, no setor ou atividade.

Portanto, será necessário criar canais de solução amigáveis de conflitos entre empresa e consumidor.

×

Powered by WhatsApp Chat

× Como posso te ajudar?